Ensino fundamental

As crianças recém-chegadas com idades entre os 4 e os 5 anos são integradas no ciclo 1, onde aprendem o luxemburguês. As crianças com idades entre os 6 e os 11 anos são integradas numa turma de ligação (ciclos 2 a 4) em função da idade, dos conhecimentos anteriores (de acordo com os boletins do país de origem) e dos resultados dos testes de avaliação em matemática e em língua materna. Lá, aprendem luxemburguês, alemão e francês e frequentam o curso de acolhimento. 

Cursos de acolhimento

As comunas propõem cursos de apoio (para qualquer tipo de dificuldades escolares) ou cursos de acolhimento (para alunos recém-chegados).

No cursos de acolhimento, a escolha das línguas de ensino assim como a continuação das línguas são consideradas em função da idade da criança, dos seus conhecimentos anteriores, das línguas conhecidas pelos pais e da proximidade da língua materna com a 1ª língua a ser aprendida.

No início, o ensino é limitado a um só idioma (francês ou alemão). Em princípio, começa-se com a língua mais próxima da criança, sendo que o principal objetivo é permitir à criança comunicar rapidamente o mais rapidamente possível com os que a rodeiam. Em seguida, as crianças com menos de 10 anos recebem um ensino intensivo no outro idioma, a fim de poderem acompanhar o ensino regular na turma de ligação. Para lá da idade de 10 anos, é difícil os alunos recém-chegados conseguirem atingir o nível exigido no ciclo 4 em alemão e em francês; o foco é então posto no francês.

Cursos integrados em língua portuguesa no ensino fundamental

Os cursos integrados são cursos em língua materna portuguesa que existem no horário escolar. Garantem às crianças de famílias lusófonas uma melhor compreensão das matérias de iniciação e das ciências. Permitem-lhes manter o contacto com a cultura de origem e desenvolver as suas competências em língua portuguesa. As ciências naturais, a história e a geografia são ensinadas em português durante duas horas por semana, acompanhando o programa oficial luxemburguês.

Também há cursos paralelos organizados pelo Serviço de Ensino do português da Embaixada de Portugal, organizados fora do horário escolar.

Projeto Assistente de língua portuguesa no ciclo 1

Faz parte do acordo cultural entre o Luxemburgo e Portugal a implementação de um projeto intitulado Assistente de língua portuguesa no ciclo 1 em 9 escolas do Luxemburgo. Baseado numa abordagem comunicativa, este projeto tem em conta os recursos linguísticos das crianças e visa desenvolver tanto a língua materna como o luxemburguês. Entre 2015 e 2017, o projeto está a ser monitorizado pela Universidade do Luxemburgo (Instituto de Pesquisa sobre o Multilinguismo).

Educação intercultural e iniciação às línguas

Para promover o encontro e o diálogo, há projetos educacionais propostos pelo Centro de documentação e de animação interculturais (IKL).

Recomenda-se aos professores que organizem atividades de iniciação às línguas dirigidas a todos os alunos da turma, com base no folheto Abertura às línguas na escola.

Estas actividades são especialmente destinadas a

  • despertar a curiosidade dos alunos face às semelhanças e às diferenças entre as línguas;
  • desenvolver as suas capacidades de observação, de análise e reflexão sobre as línguas;
  • aumentar a sua motivação para aprender línguas;
  • encorajar uma atitude positiva sobre a diversidade linguística e cultural.

O projeto “Saco de histórias” visa promover a leitura e atividades conjuntas em família em torno de livros e histórias. O Saco de histórias é preparado na escola e levado pelas crianças para casa; contém um livro para crianças com tradução na sua língua materna; um CD com a história do livro contada nas línguas mais faladas na sala de aula; algumas palavras de explicação para os pais.

Última atualização